•  Cirurgia do envelhecimento da pele

Com a melhoria de qualidade de vida, a população idosa aumenta constantemente. Porém

atualmente vive-se a época da imagem e ninguém quer ter aparência "envelhecida". Assim,

as rugas não são bem vindas por ninguém.
Também aqui a Cirurgia Dermatológica tem atualmente uma grande variedade de soluções

desde as mais simples para os problemas menos avançados até as técnicas mais importantes

para os problemas mais graves.
Com efeito, os cirurgiões plásticos (e dermatologistas), manejam com eficiência as técnicas de

"peeling" quando utilizam uma aplicação de forma controlada na pele, de substâncias que

provocam uma queimadura, desde muito superficial, até média, o que gera depois uma

regeneração da pele com aparência mais jovem. Neste capítulo os progressos têm sido notáveis

e com uma preparação prévia adequada da pele e um seguimento cumprindo os conselhos

médicos, podem-se obter ótimos resultados sem perder dias de trabalho ou de convívio social.
Nos casos mais graves o uso dos LASERS deu um aporte extraordinário com a técnica do chamado

"Ressurfacing" em que as zonas com rugas da face são submetidas a ação ablativa do Laser

por camadas sucessivas até ao desaparecimento completo ou quase completo das rugas.

Aqui embora o procedimento se efetue em regime ambulatorial, já o paciente tem de pensar

que vai necessitar afastar-se de suas atividades por 10 dias.
Para casos mais limitados de rugas temos atualmente também a possibilidade de injetar sob as

mesmas, diversos tipos de substâncias "de preenchimento" que "levantam" o sulco da ruga

tornando-a menos perceptível durante alguns meses, ou permanentemente. Não são tratamentos

definitivos mas se efetuados regularmente, eliminam durante muito tempo o problema. Também

se podem injetar substâncias que impedem a contração dos músculos da face que levam ao

aparecimento das rugas, "alisando" as áreas onde elas são mais freqüentes - Botox por exemplo.
Nos casos em que além do envelhecimento da pele e das rugas, se associam a formação de pregas pendentes, é necessário excisar o excesso de pele e proceder às plastias maiores ou menores. São os chamados "liftings" que atualmente se fazem cada vez mais de forma limitada e sob anestesia local de modo a não transtornar muito a vida da pessoa e a não onerar demais.
Cada vez mais também se conjugam técnicas menos "invasivas" de modo a obter com menores custos e sacrifícios, os bons resultados. É uma área em grande desenvolvimento e que tem novidades todos os anos.
A área dos LASERS também está em pleno desenvolvimento e atualmente, além das aplicações já referidas, há também Lasers especiais para as lesões dos vasos da pele, quer dos pequenas vasos dilatados da face e pernas, quer os grandes angiomas - tumores cor de vinho do Porto, que causam problemas a crianças e adultos; Lasers para a retirada de tatuagens, de manchas acastanhadas "sardas", para epilação etc.

Alterações da pele de acordo com idade

CIRURGIAS EM NOSSA PELE

Como fazer um auto-exame da pele:

    É importante saber reconhecer os sinais precoces do melanoma, o câncer de pele mais perigoso e que provoca mais mortes. E tambem de outros diferentes tipos de problemas que podem ser tratados, quanto mais rápido, melhor. Assim, deve-se examinar a própria pele com frequência para se habituar com o aspecto usual dos seus sinais e pintas. Isso torna mais fácil saber se algum deles "está se modificando", e procurar a opinião de um profissional caso isso aconteça.

    O auto exame, em 5 passos:

1) Examine o seu corpo de frente e de costas no espelho, depois o lado direito e o esquerdo do corpo, com os braços levantados, inclusive as axilas.

2) Dobre os cotovelos e olhe cuidadosamente os antebraços, braços e mãos, frente e verso.

3) Olhe atrás das suas pernas e pés, os espaços entres os dedos e as plantas dos pés.

4) Examine atrás do pescoço e o couro cabeludo com um espelho de mão, separando os cabelos com um pente.

5) Verifique a parte de baixo das nádegas e regiões genitais com o espelho de mão.

  • Em que consiste a Cirurgia Dermatológica ?

De uma forma muito simples, podemos dizer que a cirurgia dermatológica se ocupa do tratamento cirúrgico das diferentes lesões a alterações de nossa pele, retirando-as. São as verrugas ou "cravos", "sinais", pintas,  tumores ou "nascidas", vasos dilatados, "derrames", etc.
A Cirurgia Dermatológica faz-se quase sempre sob anestesia local, com alguma dor somente durante as infiltrações dos anestésicos pelas agulhas. Por isso normalmente não é necessário internação, na chamada modalidade ambulatorial, e logo após o ato cirúrgico o paciente pode retomar ao seu trabalho diário, ou regressar para casa. Os muito jovens e os muito idosos, é ideal que sejam acompanhados por um familiar ou amigo, podem até necessitar de outros tipos de anestesia.
Ao longo dos anos a Cirurgia Dermatológica vem desenvolvendo-se imensamente e hoje em dia praticamente é utilizada em 50% dos quadros citados.

  • Quais os seus objetivos ?

    Resumidamente, podemos considerar os seguintes objetivos :
    -  Esclarecimento diagnóstico (biópsias)
    -  Tratamento de tumores benignos e malignos da pele
    -  Correção de diferentes cicatrizes como as da acne e outras
    -  Tratamento da calvície e outras alopécias (quedas de cabelo)
    -  Tratamento das rugas e do envelhecimento da pele

  •  Biópsias de pele; Por que e como?

A Cirurgia Dermatológica pode consistir numa simples biópsia da pele para que se possa ter um exame microscópico ("análise") efetuada em laboratório específico, para esclarecer a natureza da doença, ou simplesmente confirmar a hipótese do médico.
Há muitas doenças da pele que só pela observação à vista, mesmo por um médico experimentado, são difíceis de diagnosticar, o que obriga ao tal exame de biópsia. Muitas vezes após uma biópsia, é preciso dar 2 ou 3 pontos (sutura) que se retiram rapidamente se for na face (4 - 7 dias), e mais tarde em outras áreas do corpo (de 7 a 15 dias ou mais).

  •  Destruição de lesões da pele

Além das biópsias é muito freqüente termos que tratar lesões que têm e podem ser destruídas. Um exemplo muito comum são as verrugas virais, que podem aparecer em qualquer localização da pele humana. Também aqui o tratamento se faz sob anestesia, geralmente anestesia local. Nas pessoas mais ansiosas pode-se administrar previamente um sedativo simples. Se sentir que lhe é benéfico, deve pedí-lo sem receio.
Atualmente há muitos métodos diferentes para tratar todas estas pequenas lesões.
O tratamento mais clássico é a eletrocoagulação com aparelho próprio, mas também se pode utilizar a cirurgia pelo frio ou "criocirurgia". Na cirurgia pelo frio a aplicação de uma substância que congela a lesão a tratar, provoca depois a sua destruição controlada. Geralmente os resultados são muito bons com cicatrizes que mal se notam, um pouco melhor que a eletrocoagulação. Mas há hoje outras armas, nomeadamente, os aparelhos de LASER, que executam estas técnicas com maior elegância e rapidez.

  • "Operações" - Cirurgias

Quando o paciente tem ''tumores" de maiores dimensões, ou que são mais graves, pode-se

usar cirurgia clássica, de maior porte, que necessita ser efetuada em local apropriado -

Bloco Cirúrgico, mas que também na grande maioria dos casos se faz sob anestesia local.
Os cirurgiões plásticos, são os que fazem a excisão (retirada) dos tumores mais graves, por serem

de grandes dimensões ou por se localizarem em áreas com grande importância funcional, como a

face, próximos de estruturas nobres de nosso corpo, dedos, ou órgãos genitais. Também aqui por

vezes se empregam outros meios além dos instrumentos cirúrgicos clássicos, como os LASERS etc.
Em certos tumores mais graves ou que voltarem a surgir depois de um tratamento prévio

(as chamadas "recidivas"), deve ser usado o chamado método de Mohs, que é uma cirurgia

microscopicamente controlada que tem uma percentagem de curas nos tumores malignos, superior a 90%.

  • Correção de cicatrizes

A Cirurgia Dermatológica também se ocupa da correção de cicatrizes de modo geral como as da acne ou outras de diferentes etiologias, como acidentes e de outras cirurgias. Sempre tratadas por especialistas mesmo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  •  SÍNTESE DOS MÉTODOS USADOS EM CIRURGIA DERMATOLÓGICA

   * Biópsia
   * Curetagem
   * Eletrocoagulação / Fulguração
   * "Bisturi elétrico"
   * Cirurgia clássica - exérese, plastias, enxertos, retalhos, expansores
   * Criocirurgia
   * Cirurgia por LASER
   * Cirurgia micrográfica de Mohs
   * Liposucção/Lipoaspiração
   * Peelings
   * Injeção de substâncias/materiais para preenchimento de rugas
   * "Liftings"; blefaroplastias; plastias abdominais
   * Dermoabrasão
   * "Ressurfacing"