AS  MULHERES  E  AS  CIRURGIAS  DA  INTIMIDADE  -  NINFOPLASTIAS

      A cirurgia plástica é uma realidade do mundo moderno e está cada

vez mais difundida principalmente entre as mulheres. Depois da lipoaspiração,

do silicone e do lifting, a plástica dos órgãos genitais tem sido uma das mais

procuradas nos últimos cinco anos por mulheres insatisfeitas e que querem

acabar de vez com seus traumas e ter uma vida sexual mais saudável e feliz.

A cirurgia da intimidade ou a plástica dos órgãos genitais femininos foi

desenvolvida na França e chegou ao Brasil há mais de dez anos. De acordo

com os especialistas, a maioria das mulheres que procuram por esse tipo

de cirurgia, já é adulta, e já tiveram um ou mais filhos. Seja por motivo

estético ou corretivo, os resultados podem ser positivos e ajudar a melhorar a

auto-estima da pessoa.

Os pequenos lábios vaginais ou ninfas são duas abas lisas, sem pêlos,

localizadas atrás dos grandes lábios, que servem como proteção para o óstio

vaginal, a entrada da vagina. Durante o processo de excitação, ficam

intumescidos, aumentando sensivelmente o seu tamanho durante a

penetração nas relações sexuais. Apesar de algumas pacientes

desenvolverem um aumento dos pequenos lábios já durante a menarca, a

maioria das pacientes refere aumento e escurecimento após gravidezes ou

ao longo de sua vida sexual, principalmente após os 40 anos.

Consideramos hipertrofia dos pequenos lábios quando a distância em sua projeção máxima é maior do que 3 cm. Muitas vezes o aparecimento de assimetria entre ambos também é motivo de queixa, um motivo estético que pode ter repercussões funcionais e psicológicas. A queixa de dor ou desconforto à penetração, a dificuldade em usar roupas justas ou trajes de banho, ou o incômodo ao andar de bicicleta por exemplo, pode levar a paciente à retração do convívio social, inibição durante o ato sexual, ou no despir-se perante seu companheiro.

A Ninfoplastia não é realizada juntamente aos ginecologistas, o que pode ocorrer apenas quando esse procedimento é realizado em conjunto com a Perineoplastia, uma cirurgia ginecológica para correção dos músculos do períneo. Pode também ser associada a outras cirurgias na área como uma lipoaspiração no púbis.

Existem técnicas apropriadas para cada problema estético do órgão genital feminino. O mais importante é que a mulher se sinta à vontade para conversar com o seu médico e avaliar se ela é ou não uma candidata a esse tipo de operação.

Estes são alguns exemplos de cirurgia íntima feminina:

-Labioplastia: Para correção da hipertrofia (crescimento exagerado) dos pequenos lábios, um problema de origem genética ou devido ao uso indiscriminado de anabolizantes. Em alguns casos, até o uso de roupas íntimas pode ser um incômodo.

-Perineoplastia: Mulheres que tiveram partos normais ou estão em idade mais avançada podem passar por essa situação, que pode influenciar no prazer sexual e até mesmo levar à incontinência urinária. A cirurgia é feita através da retirada de uma parte da mucosa para estreitar ou alargar o canal vaginal, além de levantar a bexiga. Duração de cerca de 45 minutos e as relações sexuais estão liberadas somente após 60 dias.

-Lipolifting: É um enxerto realizado com a gordura do próprio corpo ou com um material sintético apropriado, indicada quando os grandes lábios estão murchos e flácidos. É feito principalmente em mulheres de idade mais avançada e naquelas que emagreceram muito rapidamente. Dura em torno de 30 minutos e as atividades estão liberadas depois de um mês.

Os avanços proporcionados pela medicina são inegáveis, mas é sempre bom lembrar que o mais importante disso tudo é a mulher ter consciência que para se ter uma vida sexual prazerosa, é fundamental estar com o corpo e mente, saudáveis, além de uma boa dose de auto-estima!

Perguntas frequentes:

1) Qual é a anestesia usada nestas cirurgias? Anestesia Local com sedação, com possibilidade de alta no mesmo dia. Anestesia peridural com

sedação quando for associada a perineoplastia por exemplo.

2) Quanto tempo dura? Aproximadamente 45 minutos.

3) Tempo de internação? Em torno de 6 hs no hospital. Alta no mesmo dia. Retorno ao trabalho em 3 dias.

4) Ocorrem cicatrizes? Toda cirurgia com retirada de algum tecido do corpo deixará cicatrizes porém nesses locais - pequenos lábios - ficarão pouco visível, devido a localização delas e do tipo de pele local.

5) São dados pontos ? Sim e costuma-se usar fios absorvíveis ou seja, que cairão sozinhos.

6) Existe risco de perder a sensibilidade ? Esta pode ficar alterada transitoriamente porém a sensibilidade do clitóris, responsável pela maior parte da sensibilidade sexual, não é alterada visto que em nenhum momento dessa cirurgia, manipula-se o mesmo.

7) E quanto ao parto poderei ter problemas no futuro? Esta cirurgia não altera em nada um possível próximo parto ou gravidez.

8) É doloroso o pós-operatório? Este local, pelo fato de ser bem inervado, vai gerar alguma dor e sensibilidade, ocorrendo principalmente devido ao inchaço local, porém resolvido facilmente com antiinflamatórios e analgésicos comuns.

9) Quando alcançarei o resultado definitivo? Só podemos falar em resultado definitivo, com 6 meses para qualquer cirurgia plástica, no entanto depois de aproximadamente 2 meses, já se obtém 80% do desejado.

10) Quando poderei fazer exercícios físicos? Retorno às atividades físicas, poderá ocorrer depois de 1 mês da cirurgia com atividades menos intensas, e progressivamente ir aumentando até para esforços maiores.

11) Depois de quanto tempo poderei manter relações sexuais? Evitar pelo menos até 3 semanas no pós operatório, sendo o retorno sem traumas maiores no local e com boa lubrificação da genitália. Higiene rigorosa antes e depois.

12) Poderemos ter complicações? Apesar de raras podem ocorrer, como hematomas, infecções na área operada, deiscência dos pontos (eles soltarem antes do tempo e abrir a ferida cirúrgica), dor maior, etc.
Esta despretensiosa mensagem foi elaborada com intuito de informá-la a respeito da Cirurgia estética dos pequenos lábios.

Teremos imenso prazer em esclarecer detalhadamente quaisquer outras dúvidas.

RECOMENDAÇÕES SOBRE CIRURGIAS ÍNTIMAS

1) RECOMENDAÇÕES PRÉ-OPERATÓRIAS:  

Comunicar-se conosco até dois dias antes da cirurgia, em caso de gripe, e resfriados; 

Internar-se no Hospital indicado, obedecendo ao horário estabelecido. 

Comparecer ao hospital totalmente em jejum, independente da anestesia.

Evite bebidas alcoólicas ou refeições muito fartas, na véspera da cirurgia. 

2)RECOMENDAÇÕES PÓS-OPERATÓRIAS:  

Trocar o curativo externo tantas vezes quanto necessário. 

Repouso em casa evitando esforços por 30 dias;

Evitar banhos quentes e demorados por 30 dias;

Evitar todo e qualquer medicamento à base de AAS como Aspirina, Melhoral, Doril, etc, ou qualquer medicamento com efeito anti coagulante pelo menos 15 dias depois da mesma;

Obedecer à prescrição médica (receita);

Voltar ao consultório para curativo, no dia e hora indicados;

Evitar relações por 3 semanas;

Alimentação normal salvo casos especiais;

Banhos de assento periódicos;

Não se preocupe com as formas intermediárias nas diversas fases (a vulva estará inchada); 

Tire conosco quaisquer dúvidas - 99105-8289