iNFORMAÇÕES COMPLEMENTARES sobre Cirurgias de retirada de Pele e Gordura dos braços e/ou coxas.

É uma cirurgia muito complicada quanto à recuperação? 

    Na maior parte das vezes, as pacientes reclamam da necessidade de repouso absoluto dos locais operados, pois não se poderá levantar os braços e continuar com suas atividades normais como antes, até recuperação total. Com relação às coxas, se faz necessário um repouso maior ainda, pois a própria área operada já tem uma certa tendência a estar quase sempre pressionada uma a outra, dificultando no caminhar, o que poderá trazer dor e desconforto, e predispor a complicações. Acreditamos que em torno de duas semanas você poderá estar retornando às suas atividades, é lógico que com muita cautela e seguindo nossas orientações. Poderemos combatê-la com analgésicos mais potentes. São receitados de rotina (ou antiinflamatórios). 

Estas cirurgias deixam cicatrizes? 

    Sim, e muitas vezes as mesmas ficam bem evidentes, dependendo de sua característica racial e de sua evolução com relação às cicatrizes. Poderemos ter uma noção disto ao avaliarmos suas cicatrizes anteriores se as tiver, mas devemos frisar muito sobre estes detalhes, pois as cicatrizes são as mais evidentes dentro da cirurgia plástica não se tendo como escondê-las, no caso dos braços. Já nas coxas, elas ficam localizadas em locais mais propícios para serem cobertas por vestimentas próprias naturalmente, mas também ficam bem evidentes podendo melhorar um pouco sua aparência com o passar do tempo. Para tentar melhorar este aspecto, usamos a compressão contínua no pós-operatório por uma malha especial confeccionada sob medida para você ou comprada pronta, por várias empresas do mercado. Nós lhe indicaremos uma. As mesmas deverão ser usadas por um período de no mínimo 60 dias, portanto programe-se para conviver com elas, pois pelo menos nos braços, ficarão à mostra ou sob as roupas.  

    De toda a maneira, vamos dar uma explicação sobre a evolução de qualquer cicatriz, seja ela decorrente desta ou de outra cirurgia.

Assim é que:

    Período imediato: Vai até o 30º dia e elas apresentam-se com aspecto muito bom e pouco visível. Alguns casos apresentam reações aos pontos ou ao curativo, e podem ficar meio úmidas devido aos locais.  

    Período mediato: Vai do 30º dia até o 12º mês. Neste período haverá espessamento natural da cicatriz, bem como mudança na tonalidade de sua cor, passando do vermelho para o marrom, que vai aos poucos, clareando. Este período, o menos favorável da evolução cicatricial, é o que mais preocupa as pacientes. Como não podemos apressar o processo natural da cicatrização, recomendamos a vocês que não se preocupem, pois o período tardio se encarregará de diminuir os vestígios cicatriciais.  

    Período tardio: Vai do 12º ao 18º mês. Neste período, a cicatriz começa a tornar-se mais clara e menos consistente atingindo assim o seu aspecto definitivo. Qualquer avaliação do resultado definitivo deverá ser feita após este período.  

Qual o tipo de anestesia usada para estas cirurgias? 

    Quanto às coxas, a escolha é para as anestesias na região da coluna, ou seja, a peridural ou raquianestesia, principalmente se forem associadas com lipoaspiração nestas áreas, o que acontece muito comumente. Quanto aos braços, optamos por uma anestesia local sob sedação endovenosa, o que já ajuda no descolamento da gordura e na diminuição do sangramento local (hemostasia). Pode-se logicamente indicar anestesia geral para alguns casos quando a cirurgia for mais demorada ou se formos atuar sobre outras áreas associadamente a estas. Cada caso será muito bem avaliado. 

Qual o período de internação? 

    Dependendo de cada caso, do tipo de anestesia empregada, de outras cirurgias associadas, etc., naturalmente pode-se necessitar ficar no hospital pelo período de 12 a 24 horas. 

Quanto tempo demora o ato cirúrgico?     

Geralmente em torno de duas horas para cada conjunto de membros, desde que se leve em consideração se fizermos ou não lipoaspirações nas áreas citadas o que demandará maior tempo para tal. Este tempo é lógico, não deve ser confundido com o tempo de recuperação total no interior do centro cirúrgico. 

Há perigo nestas operações? 

    O perigo não é maior ou menor que aquele de se viajar de automóvel, avião ou mesmo o simples atravessar de uma rua. São riscos do quotidiano, os quais estamos acostumados a enfrentar. Logicamente você terá feito vários exames de rotina para qualquer cirurgia deste porte e teremos como nos preparar para tal desde que seu risco cirúrgico assim o permita. 

Serão usados curativos no pós-operatório? 

    Sim. Curativos semicompressivos com cintas especiais, mantidos por um período de 30 a 60 dias, em média. Como já dissemos, além de um curativo simples (com fitas microporosas) sobre as áreas operadas e/ou enfaixamento do membro operado, você fará uso de uma malha compressiva tipo cinta modeladora durante algum tempo. 

Quando serão retirados os pontos? Há dor? 

    Em torno do 8º ao 15º dia dependendo de cada caso. Algumas pessoas relatam certa dor na retirada pois são áreas também muito sensíveis. 

Em quanto tempo se atingirá o resultado definitivo? 

    Assim que retirarmos os pontos já poderemos ter uma avaliação do resultado quando já se inicia a redução do inchaço local desde que não se tenha feito lipoaspirações nestas áreas, ou não se tenha tipo contratempos neste período como infecções, pequenas aberturas dos ferimentos durante a cicatrização, reações aos pontos internos e/ou externos, etc.

Deverei usar alguma medicação depois de operada? 

    Costuma-se prescrever antibióticos para uso durante a cirurgia ou em casa no pós-operatório imediato, juntamente a analgésicos ou antiinflamatórios, mas não costuma ser esta uma cirurgia dolorosa, desde que você obedeça às instruções médicas, principalmente no que tange à movimentação dos braços e coxas nos primeiros dias. Cada caso será avaliado.  

Quando poderei tomar banho completo? 

    Geralmente no dia seguinte à cirurgia. Logicamente alguém deverá lhe ajudar nestes primeiros dias. 

Qual a evolução pós-operatória? 

    Você não deve se esquecer que, até que se consiga atingir o resultado almejado, diversas fases são características deste tipo de cirurgia. Assim é que foi esclarecido sobre a evolução cicatricial (até o 18º mês). Entretanto, poderá lhe ocorrer alguma preocupação no sentido de desejar atingir o resultado final antes do tempo previsto. Seja paciente, pois seu organismo se encarregará de dissipar todos os pequenos transtornos intermediários que, infalivelmente chamarão a atenção de alguma de suas amigas que não se furtará à observação: "SERÁ QUE ISTO VAI DESAPARECER MESMO?" É evidente que toda e qualquer preocupação de sua parte deverá ser transmitida a nós, e somente a nós, que passaremos a você todos os esclarecimentos necessários, para sua tranqüilidade.  

    Em tempo: Em algumas pacientes, ocorre uma certa ansiedade nesta fase, decorrente do aspecto transitório. Isto é passageiro e geralmente reflete o desejo de se atingir o resultado final o quanto antes. Lembre-se que nenhum resultado deverá ser considerado como definitivo antes dos 6 aos 9 meses.   

    Condutas complementares em academias, com esteticistas (massagens) ou mesmo fisioterapeutas, poderão melhorar bastante o resultado final, pois a modelagem muscular é um fator de grande importância no novo contorno corporal. 

É importante deixar claro que não temos como prever certamente a boa evolução de uma cirurgia, e assim poderá haver necessidade de gastos não previstos durante estas cirurgias, como: necessitarmos de internações em maior tempo ou até mesmo de CTI, necessidade de reintervenções em curto espaço de tempo por exemplo em casos de Hematomas ou infecções, e até mesmo reintervenções tardias para revisão de cicatrizes ruins ou complementos cirúrgicos (retoques) para alcançarmos melhores resultados. Essas ocorrências geram então custos de parte hospitalar e médica, que deverão ser arcados por você. É importante que entenda muito bem isto. Então faça sua parte rigorosamente no pós-operatório, tanto imediato quanto mais tardio.

     

RECOMENDAÇÕES PARA A CIRURGIA DE DERMOLIPECTOMIA DE BRAÇOS/COXAS.

►RECOMENDAÇÕES PRÉ-OPERATÓRIAS: 

 1- Comunicar-se conosco até dois dias antes da cirurgia, em caso de gripe, período menstrual, indisposição, etc.

 2- Internar-se no hospital indicado na guia, obedecendo ao horário de internação e em JEJUM ABSOLUTO.  

 3- Proibido bebidas alcoólicas ou refeições fartas, na véspera da cirurgia.  

 4- Evitar todo e qualquer medicamento para emagrecer, que eventualmente esteja fazendo uso, por um período de 10 dias antes do ato cirúrgico. Isto inclui também os diuréticos.    

 5- Programar suas atividades sociais, domésticas ou escolares, de modo a não se tornar indispensável a terceiros, por um período de aproximadamente 5 a 10 dias.  

 

 ►RECOMENDAÇÕES PÓS-OPERATÓRIAS: 

 1- Evitar esforços por 15 dias.  

 2- Levantar-se tantas vezes quanto lhe for recomendado por ocasião da alta hospitalar, obedecendo aos períodos de permanência sentado (a), assim como evitar ao máximo esforços maiores.  

 3- Não se exponha ao sol ou friagem, por um período mínimo de uma semana.  

 4- Obedecer à prescrição médica rigorosamente.  

 5- Voltar ao consultório para os curativos subseqüentes, nos dias e horários estipulados. 

      Provavelmente você estará se sentindo tão bem, a ponto de esquecer-se de que foi operada recentemente. 

Cuidado! A euforia poderá levá-la (o) a um esforço inoportuno, o que determinará certos transtornos. Vale ressaltar que entre o 3º e o 5º dia pós-operatório, poderá haver uma discreta depressão emocional ou mesmo física. Isto é previsto e explicável pela recuperação do seu organismo, em prol da sua fisiologia corporal. Não se preocupe com as formas intermediárias nas diversas fases. 

6- Alimentação normal (salvo em casos especiais). Recomendamos alimentação hiperproteica (carnes, ovos, leite), assim como de frutas à vontade.  Aguarde para fazer sua dieta ou regime de emagrecimento após nossa liberação. 

     A antecipação desta conduta por conta própria, poderá determinar conseqüências difíceis de serem sanadas. 

                                               Tire conosco e somente conosco, quaisquer dúvidas que possam advir.  

     A antecipação desta conduta por conta própria, poderá determinar conseqüências difíceis de serem sanadas.