INFORMAÇÕES TÉCNICAS AOS PACIENTES, SOBRE O USO DO ÁCIDO HIALURÔNICO PARA PREENCHIMENTO DE DIFERENTES REGIÕES DA FACE

         O Preenchimento cutâneo é uma denominação genérica a várias técnicas que visam

corrigir pequenas imperfeições da pele. Os métodos mais utilizados envolvem a

aplicação de substâncias não absorvíveis e substâncias reabsorvíveis pelo próprio

organismo. A técnica mais aceita, atualmente, é o implante de substâncias reabsorvíveis,

e, entre elas, a utilização do ácido hialurônico, como veremos.

O ácido hialurônico (AH) é uma substância presente no organismo de todos os animais,

e encontra-se em todos os órgãos do nosso corpo, em diferentes proporções, sendo

que a pele contém 56 % do total. No nosso organismo, esta substância é responsável

pelo volume da pele, forma dos olhos e lubrificação das articulações, sendo

normalmente produzido e degradado. Como método terapêutico pode ser obtido a

partir de animais ou a partir da fermentação de bactérias. Este último tem grandes

vantagens, uma vez que permite a sua produção em escala industrial e, por não

possuir proteínas animais, não provoca reações alérgicas, sendo, portanto o que nós

utilizamos. As reações que podem ocorrer são alguma vermelhidão no local, pequeno

edema (inchaço) sensação de coceira ou sensibilidade. Porém quando ocorrem, são em

geral pouco acentuadas e tendem a sumir em 24-48 horas.

-Clique para assistir o vídeo sobre preenchimentos-

Mais freqüentemente, o AH é utilizado para o preenchimento de rugas nos sulcos

nasolabiais (que vão do nariz ao canto da boca), lábios (rugas verticais e aumento do

volume dos mesmos), e linhas glabelares, aquelas entre as sobrancelhas. Porém

outros locais e depressões cutâneas podem ser tratados, dependendo da avaliação

quanto ao benefício. Rugas muito superficiais ou muito profundas podem ser difíceis

de corrigir.

É um procedimento simples e rápido: como não é necessário um teste prévio para alergia ao produto, uma vez que esta não ocorre, o tratamento pode ser feito imediatamente, e dura entre 30 e 40 minutos. O produto é injetado com uma agulha muito fina, em geral não necessita anestesia, e os resultados são imediatos. A área tratada pode permanecer levemente inchada ou avermelhada durante 12-24 horas, porém em geral a reação é discreta, não impedindo as atividades habituais.

Resultados

O ácido hialurônico em forma de gel cristalino, atua juntamente com o ácido hialurônico do corpo criando volumes, e os resultados são imediatos. Integra-se naturalmente ao tecido e permite a passagem de elementos nutritivos importantes como o oxigênio e hormônios. Como as células também podem passar através dos fragmentos de gel, a pele mantém-se saudável durante a permanência do ácido hialurônico no corpo.

A capacidade do ácido hialurônico de fixar a água é única, e, quando suas moléculas se dissolvem também se convertem em água, desaparecendo sem deixar resíduos. Em geral, o efeito dura até 1 ano, porém fatores individuais como idade, exposição prévia ao sol, espessura da pele e grau de exigência da própria pessoa quanto à sua aparência, podem alterar este intervalo. Como o conceito de beleza pode ser outro em 5, 10 ou 15 anos, e como o rosto muda constantemente, a melhor maneira de conservá-lo é avaliar periodicamente a necessidade de outro tratamento. A reaplicação pode ser feita a qualquer momento neste intervalo de tempo.

locais de tratamento